quarta-feira, 17 de julho de 2013

Eu quero os meus laços de volta, esses fios invisíveis em que estamos ligados. Eu não vou oferecê-los a ninguém, mas, deixa-me tê-los, por favor. Para tratar deles, para desvaneceres da minha memória um pouco mais. É difícil sentir falta de alguém como eu sinto a tua. Um abraço, um beijo, uma conversa. Sabes que não te peço muito mais, sabes que não quero que cuides de mim, como já cuidaste. Quero que me ouças por momentos, que me embales. Podes partir depois, eu não me importo. Mas deixa-me matar um pouco desta saudade, dizer o que não foi dito, sussurrar-te que te adoro, de verdade. As lágrimas caiem, o stress apodera-se de mim e tu não estás aqui, mas eu sinto-te. Sinto-te perto mas longe. E nada pode ser pior que isso. Nada pode ser pior do que sentir uma pessoa perto no coração mas distante. Distante do que nos une. Ficam-nos os laços, que um dia me vais devolver, espero eu. Estou ligada a ti

3 comentários:

  1. Marcam de uma forma intensa, profunda não é?
    Obrigada. Este texto está lindo*

    ResponderEliminar
  2. obrigada:)) digo exatamente o mesmo de disto!

    ResponderEliminar